População discute sobre problemas da água em audiência pública

Por: Comunicação em: 10 de Outubro de 2013

     A Câmara Municipal realizou na manhã do dia 09, audiência Publica para tratar sobre a criação da autarquia que vai gerenciar o sistema de abastecimento de água do município de São Miguel do Guamá. Solicitada em sessão ordinária da câmara pelo vereador Junior Lira (PSDB). A reunião contou com a presença do Prefeito de São Miguel do Guamá Francisco Sá, da Promotora de Justiça Cristina Colares, vereadores; Neidinha Feitosa, Jairo Brasil, Ira Silva, Alailsom Moura, Raimundo Miteco, Pastora Fatima e Murilo Oliveira.  
                    O Vereador Junior Lira falou da importância da audiência publica para a resolução do problema da falta de água no município. Destacou a ineficiência que foi a privatização da agua ocorrida em 2008, e que o poder publico municipal precisa cuidar do sistema, já que a privatização testada e não deu certo. Em seguida vereadora Neidinha Feitosa ressaltou sua preocupação com os problemas relacionados a falta de agua no município e disse ser a favor da criação da autarquia municipal que gerenciará o sistema de abastecimento de água. O Vereador Raimundo Miteco falou da importância da reunião e  relatou o fracasso que foi a privatização do sistema de água local e que o momento não é de falar em privatização e sim normalizar o abastecimento de agua e regulamentar a gestão de água no município.  Representando os moradores do bairro Padre Ângelo, o professor Manoel Lima (Maneca), Presidente da Associação dos Moradores, relatou sua indignação com os problemas que o município vem enfrentando durante anos com a falta de água nos bairros e que está a disposição para fazer parte do Conselho Municipal que vai tratar do assunto.
                    O Prefeito Francisco Sá (CACAU) salientou sua preocupação com a problemática da água no município e que a audiência já é um grande passo para a resolução do mesmo, visto que hoje o município é abastecido com algumas bombas e que precisa urgentemente de uma autarquia para administrar o sistema. O Prefeito lembrou ainda que a privatização é uma forma de resolver a situação, mas que o poder publica tem todas as possibilidades de criação de uma autarquia e gerenciar de forma correta o abastecimento de água.

Todos os direitos reservados © 2013
Praça Licurgo Peixoto, 130 – centro – CEP 68660-000 - CNPJ: 05.193.073/0001-60
Desenvolvimento |